AutoCAD, escolha a melhor versão

Em primeiro lugar, apesar do título deste artigo, não dá pra afirmar qual é a melhor versão AutoCAD, você terá a resposta baseado em sua realidade. Vou conduzir desta forma por não acreditar na melhor ou pior, mas sim na mais adequada para cada caso.

Alguns usuários param em versões mais antigas do AutoCAD e acabam perdendo o que as versões atuais tem de melhor, outros atualizam por atualizar e acabam perdendo tempo e dinheiro, há também aqueles que atualizam e sabem exatamente o que estão fazendo, para este ultimo o artigo já não acrescenta muita coisa.

Para trabalhos com desenhos mais simples em 2D

Projetos como plantas para aprovação em prefeituras, estudos e projetos para execução em obra, desenhos mecânicos bidimensionais e trabalhos similares, o AutoCAD até 2010 se bem utilizados atendem a necessidade. Obviamente que você verá fortes argumentos e apelos nas versões mais atuais e todos os seus benefícios, mas não podemos deixar de considerar que as versões mais atuais exigem um computador mais robusto mesmo para desenhos mais simples, além de um outro ponto a ponderar é se estes recursos das versões novas lhe serão de fato úteis.

Ainda neste contexto do desenho mais simples em 2D, existe a opção do AutoCAD LT, que é uma versão reduzida e mais leve (não tão divulgada, mas disponibilizada paralelamente a cada novo lançamento do AutoCAD). Embora a versão LT não tenha recursos avançados 3D, é uma versão com bons recursos para produzir desenhos bidimensionais. Talvez o ponto mais negativo desta versão seja o fato de não estar aberta para uso de “plug-ins”, como rotinas AutoLISP bem como o uso de aplicativos para AutoCAD, mas é bom avaliar se estes recursos se aplicam em seu caso e o quanto podem ou não serem benéficos.

Em resumo, se você tem um computador mais modesto porém com configuração básica que atenda pelo menos o requisito de 2gb de ram (se possivel expansível para 4Gb), mesmo sem uma placa de video dedicada vai conseguir um bom desempenho com o AutoCAD 2010 para desenhos básicos 2D.

Estamos considerando aqui, Windows 7. Se trabalha com Windows 10 pense em um computador mais robusto, se ainda não se libertou do dinosauro XP (por motivos financeiros) um AutoCAD mais antigo suprime.

Para trabalhos em 2D com arquivos Grandes

Um exemplo clássico deste tipo de uso são mapas de topografia. Mesmo em 2D, quem trabalha com urbanismo vai se deparar com mapas que são arquivos dwg enormes. Abrir estes arquivos para leitura, algumas vezes não será problema com um computador básico, no entanto se precisar manipular, alterar ou mesmo recortar partes destes mapas, vai sofrer.

Nestes casos, recomenda-se um minino de 4gb de memória. Lembrando que se o sistema for 32bits ele usa apenas 3,5gb destes 4gb. Se tiver com um sistema 64 bits, avalie 6gb ou 8gb que verá grande diferença.

Não falei de processador. Estou considerando um processador antigo, mas claro que se tratado de um AutoCAD 2010 acima, apesar da exigencia de requisito partir de um pentium IV acima, vamos pensar em ao menos um core Duo 3.0GHz (que já é antigo para parametros atuais em 2018). Se considera um processador mais antigo que isto, ai pense em versões mais antigas do AutoCAD.

Para modelagem 3D, há dois pontos interessantes a serem verificados

1. Se tratar de uma produção interna para a empresa para estudo e desenvolvimento de produtos (ex. fábricas de móveis, indústrias…), é bom verificar o nível de exigência consigo mesmo. Para quem não quer um alto nível de realismo na finalização (render), as mesmas versões do AutoCAD 2000 ao 2006 tem bons recursos para produção destes projetos.
2. Agora no caso de quem tem maior exigência, ou para quem está produzindo para fora, precisa vender o projeto e quer impressionar o cliente, caso não queira partir para softwares mais completos de modelagem (como o 3D Studio Max ou mesmo SketchUP com uso de plugins para render), recomenda-se o uso do AutoCAD 2007 em diante (para computadores mais antigos e modestos) ou AutoCAD 2015 acima para tecnologias mais recentes.

Analise os recursos do seu computador

Configurações básicas de hardware e a versão do Windows interferem na escolha. Por exemplo, do AutoCAD 2006 para trás e Windows Vista são péssimas combinações, para estes casos use o Windows XP (ou anteriores que sejam conhecidamente compatíveis). Já o AutoCAD 2007 e Windows Vista, é problemático, mas tem relatos de quem usa sem problemas, até tem “Service Pack” do Acad para isto, no entanto, notava-se muita reclamação e dor de cabeça nesta combinação, portanto em se tratando de Windows Vista, o AutoCAD 2008, 2009 ou 2010 são melhores opções. Veja bem, estamos falando aqui de computadores antigos, Windows Vista "morreu" e mesmo o Windows 7 já não tem suporte da Microsoft mais.

Para Windows 7, pense no uso de AutoCAD 2010 acima.

Para Windows 10. O proprio sistema já descarta o uso em computadores obsoletos, portanto pense em AutoCAD 2016 acima, sobretudo se não quiser passar por dificuldades em compatibilidade.

Qual uma boa configuração para um computador novo e qual é AutoCAD recomendado?

Pra quem vai montar uma máquina nova, se o orçamento está apertado, exceto se for indispensável tente fugir de notebooks. São praticos sim, no entanto estas configurações básicas e mais economicas costumam ser muito ruins pra trabalhar com CAD. Em um exemplo grotesco, se toma como base um notebook na faixa de R$3.000,00, um desktop nesta mesma faixa será um computador muito melhor.

Outra opção que é bom passar longe, são estes computadores vendidos por varejo (tipo Casas Bahia Ricardo eletro e similares). São pacotes básicos com foco em usuários iniciantes que vão usar um pacote office e navegar na internet, nem tente se espantar com os GB de memoria, tem uns com 8gb que não vale nada... O melhor mesmo é partir para uma loja especializada em Informática, se for aquelas onde montam o computador ao seu gosto, melhor ainda porque você pode escolher marca de componentes e montar uma máquina apta a receber upgrades e ir melhorando ela conforme seu bolso permitir.

Pense e tente reservar uma grana pra uma placa de video dedicada (preferencia NVIDIA), é um investimento que vale a pena pra quem trabalha com CAD. Os Gb e valores são vários, pense em placas de no minino 2Gb.

Claro, tudo vai depender do seu orçamento e da sua pretensão profissional, por isto, tudo é ajustável. Você não precisa comprar um canhão pra matar um mosquito, mas também não tente matar o godzila com um estilingue.

Uma ultima dica, processadores Intel são as opções que dão menos dor de cabeça.

Requisitos para cada versão de AutoCAD

Na seqüência temos os requisitos básicos para o uso do AutoCAD. Ressalto que se tratam de requisitos mínimos, sendo desejável em alguns casos um pouco mais de recursos, como uma placa 3D e mais RAM para quem vai trabalhar com modelagem tridimensional.

Destes requisitos, estão excluídos itens considerados óbvios, como necessidade de mouse, unidade de CD/DVD ou Internet (conforme mídia de distribuição) e monitor colorido

AutoCAD 2000
– Processador: Pentium 233 MHz
– 32 MB de memória RAM (recomendado 64 MB)
– Microsoft Windows 98, 2000 e NT 4 (SP3)
Obs.: Se mostra satisfatório em Windows XP, neste caso recomenda-se 256mb ou mais de memória, e um processador não tão obsoleto, devido exigências do próprio sistema operacional.

Autocad 2002
– Processador: Pentium 233 MHz (recomendado 450 MHz) ou equivalente.
– 32 MB de memória RAM (recomendado 64 MB)
– Microsoft Windows 98, Windows 2000, Windows NT 4 (SP5),
Obs.: Também apresenta funcionamento em Windows XP, considere as mesmas notas para a versão 2000.

AutoCAD 2004
– Processador: Pentium III 800 MHz ou compatível
– 128 MB de memória RAM (recomendável 256mb ou mais no caso do Windows XP)
– Microsoft Windows XP, 2000, NT 4 (SP6a)
– Espaço livre para instalação no HD, 300 MB
Obs.: A partir desta versão descontinuaram suporte para Win 98, embora alguns usuários relatem conseguir utilizar no Windows 98SE.

AutoCAD 2005
– Processador: Pentium III 800 MHz, ou equivalente.
– 256 MB de memória RAM
– Microsoft Windows XP ou 2000
– 300 MB livre no HD, para instalação

AutoCAD 2006
– Processador: Pentium III 800 MHz ou compatível
– Microsoft Windows XP (Com SP1 ou maior) ou Windows 2000 (SP3)
– 512 MB de memória
– 500 MB livre no HD, para instalação

AutoCAD 2007
– Processador: Pentium IV (2.0 GHz acima)
– 512Mb de memória (Recomendado acima de 1Gb RAM para modelagem 3D ou arquivos grandes)
– Microsoft Windows XP (SP2) ou 2000 (SP3)
– 750 MB de espaço no HD para fazer a instalação.
Obs.: Problemático para rodar no Windows Vista, porém tem Service Pack para tal.

AutoCAD 2008
– Processador: Pentium IV (2.0 GHz acima)
– 512 MB de memória RAM
– Microsoft Windows Vista, XP (SP2), 2000 (SP4)
– 750 MB livre no HD para fazer a instalação
Obs.: No caso do AutoCAD 2008 64 bit, recomenda-se 1GB ou mais de RAM e processador de 3.0GHz, não podendo este ser instalado em Sistema operacional 32bit

AutoCAD 2009
– Processador: Pentium IV de 2.2 GHz.
– 1 GB de memória (Recomendado 2 GB para modelagem 3D ou para sistema 64 bit)
– Microsoft Windows Vista ou XP (SP2)
– 750 MB de espaço livre no HD para instalar.

AutoCAD 2010
– Processador: Pentium IV (3.0 GHz acima) ou equivalente
– 2 GB de memória
– Microsoft Windows Vista ou XP (SP2)
– 1 GB de espaço no HD, para instalação
Obs.: Recomenda-se para três dimensões, placas profissionais da NVidia e ATI

AutoCAD 2011
Para Sistemas 32 Bits:
– Processador: Intel Pentium 4 Dual Core de 3,0 GHz (ou similar) c/ tecnologia SSE2
– 2 GB de memória
– Microsoft Windows Vista 7 ou XP (SP2)
– 1,8 GB de espaço no HD, para instalação
Para Sistemas 64 Bits:
– Processador: Intel Pentium 4 Dual Core de 3,0 GHz (ou similar) c/ tecnologia SSE2
– 2 GB de memória
– Microsoft Windows Vista 7 ou XP (SP2)
– 2 GB de espaço no HD, para instalação
Obs.: Para ambos sistemas recomendável uso de um placa de video dedicada 128mb acima

AutoCAD 2012
Item AutoCAD 2011, exceto o espaço em disco que é 2Gb para 32 ou 64 bits

AutoCAD 2013
Item AutoCAD 2011, exceto o espaço em disco que é 6Gb. A memória minima também é 2Gb, porém recomendação especial de ao menos 4Gb

AutoCAD 2014
Para Sistemas 32 Bits:
– Processador: Intel Pentium 4 Dual Core de 3,0 GHz (ou similar) c/ tecnologia SSE2
– 2 GB de memória (recomendado 3Gb)
–Microsoft Windows Vista, 7, 8 ou XP (SP2)
– 6 GB de espaço no HD, para instalação
Para Sistemas 64 Bits:
– Processador: Intel Xeon c/ Intel EM64T e tecnologia SSE2
– 2 GB de memória (recomendado 4Gb)
– Microsoft Windows Vista, 7, 8 ou XP (SP2)
– 6 GB de espaço no HD, para instalação
Obs.: Para ambos sistemas recomendável uso de um placa de video dedicada 128mb de VRAM

AutoCAD 2015
Para Sistemas 32 Bits:
– Processador: Intel Pentium 4 Dual Core de 3,0 GHz (ou similar) c/ tecnologia SSE2
– 2 GB de memória (recomendado 3Gb)
– Microsoft Windows 7 ou 8
– 6 GB de espaço no HD, para instalação
Para Sistemas 64 Bits:
– Processador: Intel Pentium Xeon (ou similar) c/ Intel EM64T e tecnologia SSE2
– 2 GB de memória (recomendado 8Gb)
– Microsoft Windows 7 e 8
– 6 GB de espaço no HD, para instalação
Obs.: Note que Windows Vista e XP não são mais suportados oficialmente no AutoCAD 2015.

AutoCAD 2016
Para Sistemas 32 Bits:
– Processador: Intel Pentium 4 Dual Core de 3,0 GHz (ou similar) c/ tecnologia SSE2
– 2 GB de memória (recomendado 3Gb)
– Microsoft Windows 7, 8 e 10 (p/ Win10 requer o AutoCAD 2016 SP1)
– 6 GB de espaço no HD, para instalação
Para Sistemas 64 Bits:
– Processador: Intel Pentium Xeon (ou similar) c/ Intel EM64T e tecnologia SSE2
– 4 GB de memória (recomendado 8Gb)
– Microsoft Windows 7, 8 e 10 (p/ Win10 requer o AutoCAD 2016 SP1)
– 6 GB de espaço no HD, para instalação

AutoCAD 2017
– Processador: 1 GHz ou mais rápido
– Memória: 32 bits 2 GB (recom. 3Gb) / 64 Bits 4 GB (recom. 8Gb)
– Microsoft Windows 7, 8 e 10
– 6 GB de espaço no HD, para instalação

AutoCAD 2018
– Processador: 1 GHz ou mais rápido
– Memória: 32 bits 2 GB (recom. 4Gb) / 64 Bits 4 GB (recom. 8Gb)
– Microsoft Windows 7, 8 e 10
– 4 GB de espaço no HD, para instalação

Algumas considerações finais.

Para versões um pouco mais antigas do AutoCAD, onde pretenda trabalhar no modo 3D, é desejável uma boa placa de vídeo, com pelo menos 128 MB a 256 MB em versões antigas do AutoCAD. Para versões recentes pense em placas acima de 1Gb

Processadores da linha Celeron, bem como o uso de placas de vídeo onborad (compartilhando com a RAM), não são boas opções para trabalhos mais pesados.

Os requisitos informados para cada versão do AutoCAD, são básicos. Você pode obter informações detalhadas de requisitos para cada versão, na base de conhecimento da AutoDesk, veja no link: knowledge.autodesk.com/pt-br/support/autocad e faça uma busca.

Artigo Revisado em Janeiro/2018.


Comentários Comentários


 

FLAVIO FONSECA Não avaliou
Em 08/06/2018 09:35

Gostaria de ter um programa simples que não "queimasse" os meus miolos para projetar moveis e utensílios. Por favor me indique um de fácil uso. Obrigado pela atenção.
Meu comp. é um Samsung M= 8GB, HD 2T, processador i7. Uso o Windows 7 porque é um único que mantém a minha tela "one touch".

Respostas:
Fredy (respondeu em 08/06/2018)

Flávio, o próprio AutoCAD pode ser utilizado. É relativamente simples e no nosso site mesmo você encontra uma série de tutoriais e apostilas gratuitas. Se pretende desenhos desenhar em 3D pode ser preciso uma placa de video razoável pode ser necessária.

Agora em se tratando de móveis especificamente, tem o promob. Mas infelizmente não tenho informações do mesmo para te oferecer. Pode tentar uma pesquisa na internet.


Info sobre marcas registradas
Politicas de privacidade e termos de uso do site
www.aditivocad.com - ©2001-2018 Fredy Godinho Braga

Inscreva-se - canal YouTube

Fechar (X)