Maquete eletrônica de arquitetura

Vamos ver aqui um pouco sobre requisitos e recursos para aplicação e aprendizagem do desenvolvimento de maquetes eletrônicas, o famoso 3D.

Uma maquete eletrônica é um projeto tridimensional que simula a realidade no computador, além de objeto para impressionar seu cliente, como na elaboração de animações, interiores e fachadas, expande e muito as possibilidades do trabalho.

Visto que o seu processo de desenvolvimento se dá em 3D, temos ai o realismo do projeto podendo no seu curso até identificar possíveis vícios e problemas que só seriam descobertos quando estivessem executando a obra.

Esta possibilidade de identificar até mesmo problemas de acessibilidade e dificuldade de execução na obra, é um dos pontos que faz com que muitos escritórios de arquitetura venham a investir cada vez mais em projetos tridimensionais, algo que tem se tornado tão comum quando o projeto executivo em 2D, sobretudo para obras de médio e grande porte.

Passaremos neste artigo algumas dicas e referencias para iniciantes.

Requisitos para aprender fazer maquetes

Maquete Eletronica
Exemplo de maquete para interiores (sala de jantar) no Sketchup

Obviamente não é tarefa tão simples que se aprende da noite para o dia, exige muito mais que um curso, é imprescindível empenho para adquirir experiência. Há alguns requisitos básicos que devem ser atendidos por quem pretende fazer maquetes, portanto não é simplesmente achar que um curso básico de AutoCAD será suficiente para fazer uma maquete eletrônica completa.

O primeiro e primordial passo é ter bons conhecimentos sobre desenho arquitetônico. Se aventurar em aprender a manusear um software sem ter conhecimento técnico de projeto só aumenta as chances de ser um mal profissional.

O próximo passo é o domínio em sistema CAD 2D, não dá pra aprender, 3D, se você não tem sequer noção dos conceitos de desenho técnico 2D. Haverá inumeras situações onde o profissional é confrontado a pegar um projeto 2D e transforma-lo em maquete.

Partindo para a reta final, dominados os conhecimentos acima, o negócio passa a ser o estudo aprofundado de sistemas em 3D.

Alguns softwares utilizados

Dentre os programas para maquetes e modelagem 3D, atualmente um que vem sendo largamente utilizado é o Sketchup.

Existem outras opções, inclusive alguns serviços online para desenho 3D, como as Ferramentas de Arquitetura 3D online.

Outra opção clássica é o 3D Studio Max bem como as versões mais recentes do AutoCAD que melhoraram bastante na parte de renderização.

Não é de hoje que os produtos da Autodesk são de longe os mais populares, sendo a combinação AutoCAD e 3D Studio Max uma bastante utilizadas. Esta combinação vem da relativa facilidade que o AutoCAD trás para produção do modelo 3D, e, o 3D Max com o leque de recursos para renderização, aplicação de materiais, luzes e animação…

Outra combinação comum de uso também é AutoCAD e SketchUP, onde o desenho básico 2D é tratado a partir do AutoCAD e exportado para o SketchUP

O uso do puro AutoCAD também é viável para construção de maquetes, sobretudo a partir da versão 2007 as melhorias foram notáveis. Porém existem ferramentas que podem ser utilizadas em conjunto e facilitar bastante o trabalho.

Com certa necessidade de publicação destas maquetes em mídia impressa e internet, o uso de softwares para tratamento das imagens vem a calhar. Com estes se consegue corrigir e aplicar alguns efeitos, recortar e tratar imagens para publicação. E falando de softwares para tratamento de imagens, o Photoshop certamente é o que há de mais conhecido, apesar de haver bons concorrentes, incluindo o GIMP que é gratuito.

É lógico, o que coloco aqui neste artigo trata-se de algumas recomendações básicas, as mais utilizadas no mercado. Há outras opções, no entanto o objetivo aqui é dar um apanhado geral para iniciantes sem bombardear de opções.

Pelo lado comercial, dominar os softwares como AutoCAD, 3D Studio e photoshop, amplia sua possibilidade profissional para com as empresas, por se tratarem de produtos muito conhecidos acabam sendo os mais exigidos.

Apesar disto, existe atualmente no mercado softwares que vem ganhando popularidade e sendo largamente utilizados para conceber desenhos tridimensionais, muitos destes de uso gratuito e com bom material de ensino já publicado.

As recomendações para iniciantes

Quem não tem qualquer conhecimento e quer começar com a cara e a coragem, o primeiro aviso é que você precisa gostar de aprender, não pode ter preguiça de ler e tem que ter espírito de pesquisa. Procure verificar os requisitos descritos no inicio deste artigo.

É importante estar ciente que fazer uma maquete eletrônica de um projeto arquitetônico, não é o tipo de tarefa fácil que se atinge o objetivo tão rapidamente, sobretudo para quem é leigo e está começando da estaca zero, pode ter meses de estudo pela frente até conseguir ver um retorno.

Uma informação adicional é relativa ao hardware. Se pretende aprender para fazer trabalhos como autônomos, em seu próprio computador, é bom saber que computadores mais modestos não são adequados para modelagem 3D. Nada de computadores econômicos com processadores do tipo celeron muito menos com memória de vídeo compartilhada. Pra começar, pense em placas de vídeo dedicada, processadores de ponta ou ao menos intermediários

Há quem consiga trabalhar com uma configuração abaixo desta recomendada, mas o grande problema é que cada vez mais softwares recentes tem exigido bom hardware.

Sistemas 64bits trazem a vantagem de aumentar o poder de processamento além de permitir usar mais memória (já em que em 32 bits resolve pouco mais que 3 Gb). Softwares atuais não lidam bem com pouco memória.

Caso não tenha experiência em analise de hardware, é melhor partir para uma loja especializada em produtos de informática onde tenha técnicos para poder te orientar, mas fuja de lojas de varejo onde são comercializados eletro-domésticos, móveis etc… pois, salvo exceções que podem existir, é o tipo de loja onde vendedores quase sempre não tem conhecimentos técnicos para orientar em casos específicos como este.

Por hora é isto. Desejando colaborar ou comentar o artigo, siga em frente.


Comentários Comentários


 

MARCIO Não avaliou
Em 06/06/2016 11:17

OLHA SOU DESIGNER MULTIMIDIA HA MAIS DE TRINTA ANOS , USO MUITOS PROGRAMAS PARA DIFERENTES AREAS DO DESENHO E PROJETOS QUE ATUO, POREM PARA QUEM QUER COMECAR EM 3D , RECOMENDO O SEGUINTE , PRIMEIRO PEGAR ORIENTAÇAO BASICA SOBRE , ESCALA,PROJETO EM PLANTA BAIXA , MEDIDAS E PROPORÇOES E ATE COISAS SIMPLORIAS DE COMO USAR UMA TRENA E MEDIR UM AMBIENTE, DEPOIS PARTA PARA O SKETCHUP, NAO TEM OUTRO MELHOR , ESQUECE O RESTO, O SKT É O MELHOR E MAIS SIMPLES DO MUNDO HJ PARA INICIANTES , E DEPOIS PARA QUEM É MAIS PROFISIONAL COM FERRAMENTAS MAIS SOFISTICADAS


marina Não avaliou
Em 14/01/2013 15:51

Uhhh agora vou poder ver como e ser arquiteta que e meu sonho ai a faculdade ajuda bastante mais nesse site vai me ajudar ainda masi


CARLOS A A Não avaliou
Em 08/09/2011 10:05

BOM DIA
ESTOU PROCURANDO ALGUMA APOSTILA OU SIMILAR SOBRE RENDERIZAÇÃO NO AUTOCAD14

OBRIGADO


adriana Não avaliou
Em 28/08/2011 11:19

gotei quero ser arquiteta


Alexandre Fernandez Não avaliou
Em 23/08/2011 15:10

Muito bom essas orientações... já trabalho na área há 3 anos e estou aperfeiçoando os meus softwares, e nesse blog consegui direcionar minhas novas ferramentas!
Parabéns!


Silverio Não avaliou
Em 16/08/2011 10:09

Que tal fazer uma materia sobre o ArchiCAD, que tambem é muito bom.


Aline Leticia Não avaliou
Em 27/07/2011 08:45

Gostaria de saber onde esta disponibilizado as vagas para este curso


wagner Não avaliou
Em 10/05/2011 16:19

muito bom.

Info sobre marcas registradas
Politicas de privacidade e termos de uso do site
www.aditivocad.com - ©2001-2018 Fredy Godinho Braga

Inscreva-se - canal YouTube

Fechar (X)