Compartilhe Conteúdo

Rotinas para autocad – o que são e como usar

Você está em: AditivoCAD.Com » Blog » AutoCAD » Rotinas para autocad – o que são e como usar

Este artigo é uma revisão de uma antiga página do site onde ensinávamos o que são rotinas AutoLISP e como usá-las.

Temos aqui instruções básicas de uso. Tentarei não ser muito técnico nem aprofundar nas “razões”, pois o objetivo é ensinar a usar e não o como fazer.

O que são rotinas para AutoCAD?

São pequenos blocos de códigos de programação. Uma definição mais clara e fácil de entender é que uma rotina (no nosso caso específico), ela sintetiza várias instruções e comandos em um único e “novo comando” para o AutoCAD.

Rotinas para AutoCAD podem ser feitas em varias linguagens. Encontra-se mais comumente em AutoLisp, e eventualmente em Arx (sendo este ultimo mais comum em softwares complexos). Todas as rotinas escritas em AutoLisp, o arquivo tem a extensão Lsp, rotinas em Arx o arquivo tem a extensão Arx.

Você poderá também encontrar algumas com extensão *.Fas ou ainda *.Vlx, que são rotinas escritas em linguagem Autolisp e “compiladas” (convertidas em código binário), isto faz com que principalmente para blocos de códigos extensos sejam carregadas mais rapidamente. Tal recurso é utilizado também para proteger conteúdo quando o desenvolvedor por algum motivo não quer que o código seja alterado.

Como utilizar rotinas AutoLisp e Arx ?

Para carregar uma rotina proceda da seguinte forma:

Digite na linha de comandos do AutoCAD “appload” (sem aspas), na janela que vai aparecer, clique no botão “File…”, então procure o arquivo correspondente a rotina a ser carregada, selecionando o arquivo basta você confirmar clicando em Load e depois em close para encerrar. Funciona desta forma no AutoCAD a partir da versão 2000.

Uma outra forma de carregar uma rotina é através do Windows Explorer, abra e o deixe de modo que você possa ver parte da tela do AutoCAD, então vá na pasta onde estão localizadas suas rotinas e clique sobre a que deseja carregar, arraste-a para dentro da área gráfica do AutoCAD e solte.

Você também pode carregar uma rotina assim (load “nomedoarquivo.lsp”) ou ainda (arxload “nomedoarquivo.arx”) se for uma rotina arx.

Logo após carregar uma rotina, se ela não for auto executável, basta você digitar o nome do comando, quase sempre, logo após o carregamento de uma rotina, é apresentado na linha de comando do AutoCAD o nome do comando que deve ser digitado.

Organize suas rotinas.

Você pode copiar todas as suas rotinas para dentro da pasta de instalação do AutoCAD, mas isto iria misturá-las com arquivos originais do AutoCAD, então a sugestão é que procure colocar em uma pasta separada, crie por exemplo uma pasta “C:Minhas Rotinas” então copie todas elas para esta pasta.

É importante ressaltar, que para carregar uma rotina conforme a ultima explicação (usando load), ela deverá estar dentro de uma diretório de suporte do AutoCAD, exceto se digitar o caminho completo de onde está o arquivo. Daí você se pergunta “então porque você disse para eu criar uma pasta separada para colocar as rotinas?”, a resposta é que você pode simplesmente criar sua pasta, e defini-la como um diretório de suporte do AutoCAD.

Para definir um diretório como sendo de suporte, faça o seguinte, digite na linha de comando do AutoCAD o comando “CONFIG” , no dialogo que surgir, selecione na parte superior esquerda a opção “Files”, em seguida clique em “Support File Search Path”, depois acione o botão “Add…” e em seguida digite lá a pasta que você criou, e depois, basta clicar em “Apply” para finalizar. Este é um procedimento importante, mesmo se você for carregar as rotinas arrastando-as para dentro da tela do AutoCAD.

Considerações gerais

Você poderá notar que algumas rotinas vem acompanhadas de um arquivo com extensão “DCL”, este também quase sempre deverá estar dentro de um diretório do AutoCAD.

Estas informações não são regras, embora funcionem na maioria dos casos, algumas rotinas em especifico irão precisar de um tratamento diferente, neste caso você deverá consultar a documentação (se houver).

Um detalhe importante a ser observado, é que você deverá manter os arquivos com extensão DCL (quando existir), que são arquivos de diálogos, sempre junto com suas rotinas, que deverão estar em um diretório suporte, do contrário poderão ocorrer falhas.

Bom, estas orientações são básicas. Existem algumas situações particulares que a execução de uma rotina necessite de procedimentos específicos impostos por quem as escreveu. Cada caso é um caso e não dá pra ter uma resposta genérica para todos, por isto é recomendado que sempre que consulte as documentações que acompanhem o arquivo no download que fizer bem como orientações nas páginas que estão divulgados os arquivos.

Onde baixar rotinas AutoLISP, são gratuitas?

Existe um grande numero de rotinas na internet que são gratuitas, algumas podem ser pagas, vai da sua necessidade avaliar o que usar. No AditivoCAD.Com temos diversas rotinas para AutoCAD prontas para uso, e gratuitas. Em grande parte são seleções de rotinas coletadas da internet. Veja na seção de rotinas e faça o download. Na própria internet você pode fazer busca por ‘rotinas AutoLISP’ para download que irá encontrar bastante coisa.

Alguns artigos relacionados:

- Criação de menu suspenso no AutoCAD – Tutorial »
- AutoCAD – customização para ganhar produtividade »
- Criação de menu de imagem no AutoCAD – Tutorial »
- Criação de barras de ferramentas no AutoCAD – Tutorial »
- Escala no AutoCAD, como preparar seu desenho »


Os comentários estão fechados.


Aprecia o conteúdo do blog?

Curta a Fan Page do AditivoCAD.Com




(X) Fechar