Compartilhe Conteúdo

AutoCAD em português vale a pena?

Você está em: AditivoCAD.Com » Blog » AutoCAD » AutoCAD em português vale a pena?

Existe uma carência no mercado de software por produtos traduzidos para o nosso idioma, isto deve-se principalmente ao fato de poder familiarizar-se mais com o programa que será utilizado.

É algo quase que padrão, o usuário tem o Windows em português, utiliza um pacote para escritório (ex. Word, Excel etc…) também no nosso idioma, de modo igual alguns outros programas utilitários como leitor de e-mail. Então de repente decide se aventurar a aprender o AutoCAD e se depara com um software com interface mais complexa e totalmente em inglês, depois do susto vem a pergunta, “mas não tem o AutoCAD em português?”. Existe, claro, as versões mais recentes mesmo já trazem os “language packs” que permitem o uso em diversos idiomas, mas a questão que levantaremos neste artigo é até quando vale a pena este uso.

Nota-se algumas vezes na indagação de uma versão para o nosso idioma, que acham nisto uma vantagem, que vai ajudar no aprendizado do AutoCAD, mas para quem está iniciando ou pretende iniciar é bom não se iludir muito com isto. Ao contrário do que se pode pensar, há pontos que se considerados nos leva a crer que uma versão traduzida pode dificultar o aprendizado.

O AutoCAD é um software que tem algumas particularidades, não é o tipo do programa que alguém totalmente leigo inicie sem material de apoio e vai logo desenhando. Mesmo havendo ícones bem desenhados e intuitivos, o minimo que você vai precisar para iniciar é de uma boa apostila de AutoCAD, ou em casos de quem não tem tendência autodidata vai precisar de um curso.

É justamente no momento em que alguém mais tem dificuldades, no inicio do aprendizado, que ter o AutoCAD em português não será um grande diferencial. A razão é que material de apoio, seja ele gratuito ou pago, assim como os melhores cursos e livros disponíveis, mesmo estes estando em nosso idioma, em sua maioria esmagadora abordam as versões inglês do AutoCAD.

Profissionais mais experientes, empresas que podem vir a lhe empregar, assim como comunidades de usuários que falam o nosso idioma, também em sua maioria, fazem uso da versão inglês.

Então, as vezes, usar a versão em português do AutoCAD nao trás produtividade, pode significar nadar contra a correnteza, ficar ilhado. Vai haver momentos em que você pode precisar de apoio e terá grandes dificuldades em encontrar.

Mais importante que ter domínio do idioma em que o AutoCAD está (seja ele inglês ou português) é entender os conceitos e funcionamento do programa. Ao contrário do que alguns pensam, não é indispensável domínio do inglês para utilizar o AutoCAD.

Não estou dizendo aqui que saber inglês nunca vai te ajudar no uso do software, em algum momento pode sim ajudar, mas basta o básico de leitura dos termos técnicos, sendo que esta falta também não será algo que vai impedir de aprender. Tanto é assim, que é bem comum alguns profissionais que não tem fluência alguma do idioma mas dominam o uso do software em inglês.

Por outro lado, utilizar AutoCAD em português pode te dar um entendimento de mensagens que são exibidas na tela, mas não adianta muito conseguir ler mas não ter compreensão do que está sendo dito.

Para quem já utiliza a versão inglês e pretende se aventurar ou por algum outro motivo precisa usar o AutoCAD em nosso idioma, há uma facilidade a mais, pois comandos da versão inglesa podem ser chamados em versões de qualquer outro idioma, já o contrário não é possível. Para acionar um comando do AutoCAD em outra linguagem, basta preceder o nome do comando de um ponto, por exemplo, o comando offset se digitado .offset será iniciado normalmente.

Obviamente que este artigo se baseia em uma opinião pessoal, particularmente não indico o uso de versões em português para quem quer aprender, mas cada caso é um caso e podem haver situações onde o usuário julgue que os pontos favoráveis sobrepõe aos contras, ai é com você a decisão.

11 comentários para “AutoCAD em português vale a pena?”

  1. ORLANDO AUGUSTO DE OLIVEIRA disse:

    Parabéns pelas dicas apresentadas.

    Estarei iniciando com o 2D e em breve 3 D obrigado.

    Grato.

    Orlando

  2. Josué morais Santos disse:

    Irei usufruir o maximo desta versão estudante.

  3. silvio da silva sanches disse:

    preciso montar uma matricula no auto cad em (português) com rumos e distancias mas não estou conseguindo,configurei formatar unidades para rumo ou seja direção leste ,digito no auto cad ex:@758.54<n09d29'02"w e não da certo, alguém poderia me ajudar porque não da certo.

  4. gabi disse:

    nao consigo utilizar justo o camando offset. eu digito “.offset” e não vai do mesmo jeito… tem alguma outra alternativa?

  5. RICARDO CAIRO disse:

    Onde posso encontrar o CAD em Portugues

  6. Luiz Carlos da Silva disse:

    Gostei muito do artigo, muito do que está escrito já passei para iniciantes que passaram aqui pela empresa, de que o software em português pode ser tornar armadilha, eu mesmo experimentei um versão em nosso idioma, mas como uso o programa desde o R14, não me senti nem um pouco a vontade com tal versão. Acho interessante para entender alguns conceitos, mas na prática não ajudará muito.

  7. Elcio Antonio de Souza disse:

    Parabéns pelo artigo, além de muito esclarecedor foca exatamente o problema enfrentado por muitos usuários de AutoCAD.

Deixe um comentário

Comentários sob moderação, aparecem se aprovados.
Regras para comentar:
Neste canal, NÃO é prestado atendimento ou suporte para produtos comercializados no site, tais como AditivoCAD 3 ou 1LT. Para estes casos, favor acessar o atendimento do site.

Não aprovaremos mensagens contendo publicidade, informações sobre cracks e afins, mensagens ofensivas ou pedido de suporte para nossos produtos (que deve ser feito no canal apropriado).

Digite seu comentário. (O moderador pode edita-lo antes da publicação, afim de adequar as regras)

Repita o e-mail:

Digite o codigo da imagem seguinte:



Aprecia o conteúdo do blog?

Curta a Fan Page do AditivoCAD.Com




(X) Fechar